fbpx

CURIOSIDADES – POR QUE VESTIDO BRANCO?

CURIOSIDADES – POR QUE VESTIDO BRANCO?

Oi meninas e meninos!


Li essa reportagem numa revista, achei interessante e vim aqui para compartilhar com vocês.
Espero que gostem!


Bjs


Desde os primórdios das civilizações ocidentais, as uniões foram marcadas pelo uso de um traje especial que simbolizava a cultura, a religiosidade e o poder econômico das famílias. Nesse contexto, a escolha da cor da roupa da noiva era tão importante quanto a própria cerimônia, variando conforme a época. Uma túnica branca, um véu púrpura para cobrir os  cabelos e flores de verbena trançadas com fios de ouro completavam o look das moças na Roma Antiga. Mais tarde, o branco das túnicas deu lugar ao vermelho, trazido do Oriente, e joias elaboradas passaram a enfeitar o cabelo.

Na Idade Média, o vestido de noiva indicava a posição social da família, e a pureza da noiva era evidenciada pelo véu branco que cobria seu rosto.. “O vermelho ainda era a cor da nobreza, assim como o verde.”, explica Miti Shitara, professora de história da moda. “Nos séculos 15 e 16, a ordem era fazer o vestido mais nobre possível, incluindo bordados com fios de ouro.”

Com o Renascimento, o casamento se tornou um ritual ainda mais luxuoso: os vestidos ganharam detalhes bastante elaborados, muito mais brilho, e a cor preta foi eleita por representar obediência à Igreja, especialmente na Espanha. A regra só foi quebrada por Maria de Médici princesa italiana de 14 anos que, ao se casar com Henrique IV, rei da França, usou um vestido branco com decote. “Desde o Egito Antigo, o branco é sinônimo de pureza e fertilidade”, observa a professora. “Sempre foi uma cor luxuosa, destinada aos mais abastados porque ’mostra’ a sujeira. É quase um símbolo de status.”

Rainha Vitoria vestida de noiva
Depois de Maria de Médici, Mary Stuart, rainha da Escócia, também usou branco, mas foi com a rainha Vitória, da Inglaterra, que a moda realmente pegou. Mesmo se casando por amor em 1840 com seu primo, o príncipe Albert, a rainha optou pelo branco também por uma questão  política. Como a Inglaterra vivia um processo de grande desenvolvimento industrial e cultural, os artesãos estavam ficando sem trabalho. Para minimizar esse cenário, a rainha decidiu usar um vestido branco de rendas e assim colocou, por meses, um exército de artesãs trabalhando exclusivamente para ela. “Além do casamento, a partir dessa época o vestido branco passou a ser obrigatório para simbolizar a virgindade nos bailes de debutantes, quando as jovens meninas eram apresentadas para a sociedade”, acrescenta Miti.

As flores de murta, usadas até hoje nos buquês dos casamentos reais da Inglaterra
Com seu casamento, a rainha Vitória também ditou outras modas que perduram até hoje, como o uso do véu e, no lugar da coroa, flores de laranjeira para trazer sorte. Também foi a primeira a levar o famoso buquê de flores de murta, brancas e miúdas, bastante tradicional entre os membros da realeza britânica.

fonte: revista Nestle
fotos: Google



Já curtiu nossa página no Facebook
3 Comentários
  • ep450s
    Posted at 09:37h, 26 março Responder

    Parabéns pelo blog,adorei o post!!

  • Mariana
    Posted at 00:03h, 27 março Responder

    Oi, Bia!
    Muito legal a história! Li em algum lugar que antes da virada da Rainha Vitoria (aliás, já viu o filme da historia dela? É lindooooo – A Jovem Victoria), as mulheres, mesmo mais nobres, usavam apenas um vestido bonito de qq cor, que depois até era usado em outras ocasiões!

    Engraçado que ela quando casou havia cobertura fotográfica rsrsrs, então depois de muitos anos ela reencenou o casamento para ficar registrado!
    http://1.bp.blogspot.com/-lq8tn41jIPU/TbrGmg2ERpI/AAAAAAAAAzU/iHOkCWt9hUo/s400/Casamento+Rainha+Victoria__Albert.jpg

    bjs
    sua fã
    Mariana

  • Noivo Social Club
    Posted at 08:50h, 29 março Responder

    Olá Beatriz! Parabéns pelo blog! Sou noivo e estou iniciando um blog sobre planejamento de casamentos! Por favor peço pra dar uma força e divulgar para troca de informações! Obrigado pelas posts de dicas que são ótimas! Abração

Postar um comentário